Vai ter peru no Natal? Veja como ele contamina sua pia e evite intoxicações

De acordo com a especialista em saúde pública e higiene, Lisa Ackerley, o problema está em preparar o peru sem cozinhá-lo adequadamente, isto é, sem que o assado ou cozido atinja uma temperatura ideal que extermine as bactérias maléficas. Quando isso não acontece, as bactérias como a salmonella e campylobacter podem sobreviver.

Além disso, os maiores casos de contaminação está na manipulação da carne crua, diz a especialista. Quatro a cada cinco casos de intoxicação alimentar por causa de campylobacter são causadas por manipulação de aves, como peru e frango. Essa bactéria vive no intestino das aves e pode se espalhar quando os animais são abatidos.

cs36k1cqvys7n5d0marmf81gx

Seja o Primeiro a comentar

Deixe seu comentario!

Seu e-mail não será publicado.


*